G-7 fará duas discussões separadas sobre Argentina

Os ministros de Finanças e presidentes de Bancos Centrais do G-7 vão discutir amanhã a crise econômica da Argentina em duas reuniões separadas, durante o encontro do grupo, neste final de semana, em Ottawa. Os participantes do encontro disseram que não têm expectativa de que as discussões resultem em nova ajuda para a Argentina, mas a importância da questão na agenda do final de semana destaca a preocupação dos países mais ricos com a atual crise da nação sul-americana.A Argentina é um dos itens da agenda da reunião de sábado de manhã. A questão também será abordada no almoço de trabalho, que irá rever o monitoramento do sistema financeiro ao redor do mundo, incluindo a Argentina.A agenda do G-7 também vai abordar políticas que afetam a economia global, assim como a revisão dos progressos obtidos no bloqueio de ativos de terroristas desde o encontro anterior realizado no início de outubro.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.