Johannes Eisele / AFP
Johannes Eisele / AFP

Gabinete chinês diz que dará mais descontos em tarifas de exportação

Descontos nas tarifas de exportação para vários produtos ficarão entre 6% e 16% a partir de 1º de novembro

Dow Jones Newswires

08 Outubro 2018 | 11h34

O gabinete de governo da China anunciou nesta segunda-feira que elevará descontos em tarifas de exportação para alguns produtos "para manter o crescimento constante nas exportações" e "lidar com situações externas complicadas", no momento em que se aprofunda a disputa comercial entre o país e os Estados Unidos. Os descontos nas tarifas de exportação para vários produtos ficarão entre 6% e 16% a partir de 1º de novembro, de uma faixa entre 5% e 15% anteriormente, informou o Conselho Estatal em sua reunião regular nesta segunda-feira. Não foram, porém, especificados quais itens estarão sujeitos à medida.

O gabinete chinês também pediu que os governos locais reduzam os projetos de renovação de moradias pobres, uma iniciativa voltada a impulsionar a venda de residências em pequenas cidades e apoiar o crescimento econômico.

"As cidades cujo estoque de moradias for insuficiente e que enfrentam pressão de alta sobre seus preços de moradia devem cancelar as políticas de indenização em dinheiro para moradores cujas casas são demolidas o mais rápido possível", orientou o gabinete chinês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.