Gabrielli: Brasília tem conspiração e 'duelos de espada'

Além de discorrer sobre a dieta que está fazendo para emagrecer, o presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, falou hoje de "conspiração" e "duelos de espada" em Brasília. Ao deixar o Ministério da Fazenda, depois de uma reunião com o ministro Guido Mantega, Gabrielli comentou que tinha de vir mais a Brasília, local que lembra "corte" e onde há conspiração. "Tenho que vir mais a Brasília. Brasília me lembra os três mosqueteiros", disse. Questionado por que, Gabrielli respondeu que era por causa de duelos de espada. "É corte. E tem conspiração", disse ele, rindo.

ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

20 de julho de 2011 | 18h35

O presidente da Petrobras evitou, no entanto, fazer comentários sobre o plano de investimento da empresa. Além da dieta rigorosa, Gabrielli disse que corre todos os dias na esteira de casa, à noite ou de manhã. Nos finais de semana, anda na praia de Ipanema para fazer exercício.

Gabrielli aproveitou para revelar o sucesso da dieta pela qual já perdeu sete quilos em pouco tempo. Ele disse que não come mais frutas, nem carboidratos e afastou-se de todos os tipos de bebidas alcoólicas. Agora só come folhas, proteínas e toma água. Ele resolveu entrar na dieta por causa de suas taxas bioquímicas elevadas, principalmente colesterol e triglicerídios.

Tudo o que sabemos sobre:
conspiraçãodietaGabrielliPetrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.