finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Gabrielli será o novo presidente da Petrobras

O governo vai anunciar ainda hoje o nome do diretor financeiro da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, para a presidência da estatal, em substituição a José Eduardo Dutra. Fontes revelam que os diretores e gerentes da estatal já foram informados sobre a decisão. O executivo entrou na companhia em 2002 para compor a equipe de Dutra, que deixará o comando da estatal para concorrer ao Senado nas eleições de 2006.A indicação de Gabrielli, um economista baiano de 55 anos, para a presidência da Petrobras foi bem recebida pelo mercado financeiro. Trata-se de uma conquista para o executivo, que foi rejeitado pelos investidores ao assumir a diretoria financeira da estatal em fevereiro de 2003 por ter pouca experiência fora do circuito acadêmico.Formado pela Universidade Federal da Bahia, Gabrielli tem PhD em Economia pela Boston University. Antes de assumir a diretoria da estatal, o currículo do executivo incluiu o trabalho como pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, diretor da Faculdade de Ciências Econômicas e coordenador do Mestrado em Economia da Universidade Federal da Bahia, e superintendente da Fundação de Apoio a Pesquisa e Extensão (Fapex).Gabrielli faz parte dos quadros do Partido dos Trabalhadores (PT). Mas, segundo fontes, não é um nome que encontre resistência entre as várias correntes políticas que comandam a companhia. Fontes revelam que ele é um nome que tem apoio do atual presidente da estatal, José Eduardo Dutra, e da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff.O economista baiano assume a presidência da estatal no momento em que a Petrobras trabalha para levar o País a auto-suficiência na produção de petróleo, prevista para setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.