Gafisa sai de lucro para prejuízo de R$ 1,1 bilhão em 2011

De acordo com a empresa, o resultado, ainda preliminar, é explicado por ajustes de R$ 889,5 milhões

Agência Estado,

02 de abril de 2012 | 08h43

SÃO PAULO - A Gafisa adiou a divulgação de seu balanço financeiro do quarto trimestre para 9 de abril, após o fechamento do mercado, mas anunciou resultados financeiros preliminares não auditados referentes ao ano passado, no qual registrou prejuízo líquido de R$ 1,1 bilhão em comparação com lucro liquido de R$ 416,1 milhões de 2010. De acordo com a empresa, o resultado é explicado principalmente pelos ajustes de R$ 889,5 milhões (31% de Gafisa e 69% de Tenda).

O Ebitda (lucro antes dos impostos, depreciação e amortização) consolidado do ano foi negativo em R$ 489,5 milhões comparado aos R$ 747,5 milhões positivos em 2010. Gafisa e Tenda registraram Ebitda negativo de R$ 77,4 milhões e de R$ 636,8 milhões, respectivamente, enquanto o Ebitda de Alphaville atingiu R$ 224,6 milhões.

A receita líquida de 2011, reconhecida pelo método contábil do custo incorrido (PoC), somou R$ 2,8 bilhões, redução de 25,1% em comparação com 2010, em função da reversão de R$ 1,2 bilhão de receitas relacionadas aos ajustes realizados, sendo R$ 1,0 bilhão provenientes de Tenda e o restante atribuído ao segmento Gafisa.

Em 2011, o lucro bruto da empresa foi de R$ 111,3 milhões. De acordo com a empresa, este resultado reflete o impacto da reversão de receitas e custos associados de R$ 706,4 milhões, relativos aos ajustes registrados no quarto trimestre.

Os lançamentos de 2011 atingiram R$ 3,5 bilhões, refletindo a "restrição nos lançamentos de Tenda". O segmento Gafisa e AlphaVille foram responsáveis por 61% e 28% dos lançamentos do ano, respectivamente, e Tenda pelos 11% restantes. Segundo a Gafisa, o banco de terrenos da companhia totalizou R$ 21,8 bilhões ao final do ano, sendo suficiente para executar os planos de lançamentos para 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
gafisalucro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.