coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Ganho dos fundos Petrobrás volta a crescer

A parcela do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) investida em ações da Petrobrás passou por mais um repique no rendimento este ano. O saldo que permanece aplicado nessas carteiras acumula valorização média de 78,56%, segundo dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid). O aumento da rentabilidade reflete principalmente a valorização da ação ordinária (ON) da Petrobrás, por causa da elevação do preço do barril de petróleo no mercado internacional.A analista de Petróleo do BBV Banco, Catarina Pedrosa, explica que a alta do petróleo foi estimulada pela expectativa de avanço militar norte-americano no Iraque, grande produtor do óleo, pela possibilidade de diminuição da produção russa e pelo aquecimento global da economia, puxado pela retomada de crescimento da atividade econômica nos EUA, conjunto de fatores que reforça a demanda por derivados de petróleo.O reajuste nos preços dos combustíveis também favorece o balanço da estatal de petróleo e, portanto, a valorização das ações, comenta Catarina. A puxada do Índice Bovespa, no compasso de alta do mercado em geral, também ajudou, afirma Gustavo Alcântara, analista financeiro do Banco Prósper.Ademais, no dia 27, foi repassado aos cotistas o valor referente a dividendos pagos a menos pela petrolífera pelo lucro obtido em 2001. A avaliação é que o repasse, por determinação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), turbinou o rendimento em aproximadamente 5%.Alcântara diz que essa reposição teve impacto diferenciado nas carteiras. "O pagamento não foi feito aos cotistas que haviam deixado o fundo e esse valor foi distribuído entre os remanescentes." Isso ocorre porque o favorecido pelo pagamento é a carteira, e não os cotistas, segundo as regras da CVM.A perspectiva para as ações da Petrobrás, como do resto da bolsa, passa pelas eleições, lembra Alcântara. "Como o preço do combustível é controlado pelo governo federal, o resultado das eleições está diretamente ligado ao lucro da empresa."O analista acredita que uma política de continuidade do governo atual favorece a empresa, que obteve recordes de produção e lucro durante o mandato de Fernando Henrique Cardoso. Catarina acrescenta que o aquecimento global também será determinante no desempenho da ação e dos fundos. Vale lembrar que o investidor que quiser deixar a aplicação poderá transferir seus recursos total ou parcialmente a fundos Carteira Livre ou de volta ao Fundo de Garantia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.