coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Ganhos da BMW sobem 45% no semestre

A indústria automobilística alemã BMW teve um lucro líquido de 1,735 bilhão de euros (US$ 2,221 bilhões) no primeiro semestre de 2006, 45,2% a mais que no mesmo período do ano anterior. Segundo informações divulgadas nesta quarta-feira, a melhora se deve ao aumento das vendas, graças à linha de modelos e à receita extraordinária de 375 milhões de euros (US$ 443 milhões), obtidascom a venda de sua participação na Rolls-Royce.No entanto, a BMW ressaltou que suas contas na primeira metade do ano foram prejudicadas por efeitos negativos do câmbio e pelos altos preços das matérias-primas. O faturamento subiu, entre janeiro e junho, 10,2% em relação a 2005, atingindo 24,811 bilhões de euros (US$ 31,758 bilhões).O presidente da companhia, Helmut Panke, observou que a marca registrou um novo recorde de faturamento e vendas na primeira metade do ano. Ele manteve as metas do grupo para 2006: lucro antes de impostos de 4 bilhões de euros (US$ 5,12 bilhões).As vendas na primeira metade do ano subiram 8% em comparação com os números de 2005, para 698.470 unidades.Na Bolsa de Frankfurt, as ações de BMW abriram com alta de 2,9%, para 40,89 euros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.