Gás nacional pode ter reajuste de 3,13% em 1º de julho

Abegás diz que concessionárias já foram comunicadas pela Petrobras

Agencia Estado

21 de junho de 2007 | 12h48

O preço do gás natural de origem nacional sofrerá reajuste de 3,13% a partir do dia 1º de julho, informou o presidente da Bahiagás e vice-presidente da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), Davidson Magalhães. "As concessionárias foram comunicadas pela Petrobras há 15 dias", disse o executivo durante o 8º Encontro de Energia, promovido pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).O aumento, se confirmado, é o segundo consecutivo para o gás de origem nacional. No início de maio deste ano, a Petrobras reajustou em 20% o combustível. O executivo não informou qual será o novo preço do gás para as concessionárias. Entretanto, em simulações considerando apenas a Bahiagás, a expectativa é que o valor passe dos US$ 4,67 por milhão de BTU, sem considerar a margem da distribuidora, para US$ 4,83 por milhão de BTU.

Mais conteúdo sobre:
gásreajuste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.