Gasolina fica mais barata nas refinarias

O presidente Fernando Henrique Cardoso confirmou hoje à Radiobrás a queda de 5,4% no preço da gasolina nas refinarias. A possibilidade de redução do preço já havia sido admitida, em Londres, pelo ministro da Fazenda, Pedro Malan, e ratificada ontem pelo presidente da Petrobrás, Henri Philippe Reichstul. Técnicos do governo apostam que haverá um benefício imediato aos consumidores, embora não necessariamente no mesmo porcentual de redução que será aplicado às refinarias. Esses técnicos contestam a análise feita hoje pelo coordenador de preços da Fipe, Heron do Carmo. O economista disse que a possível redução de 5,4% no preço da gasolina nas refinarias não trará nenhum benefício efetivo e imediato para o consumidor final no curto prazo. "Se os donos de postos vão comprar o produto a preço mais baixo, é de se esperar o repasse do benefício aos consumidores", afirmaram os técnicos. Para eles, certamente haverá "um entendimento" para que os preços da gasolina nas bombas também seja reduzido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.