Gasolina sobe 8,42% em fevereiro e tem o maior impacto no IPCA

Gasolina sobe 8,42% em fevereiro e tem o maior impacto no IPCA

Gastos com transportes subiram 2,20%, por causa de outros combustíveis e do preços dos meios de mobilidade urbana

Daniela Amorim e Maria Regina Silva, O Estado de S. Paulo

06 de março de 2015 | 10h00


Os preços da gasolina subiram 8,42% em fevereiro, fazendo do item o principal destaque da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) - informou nesta sexta-feira, 6, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A elevação refletiu o aumento nas alíquotas do PIS/COFINS, que entrou em vigor em 1º de fevereiro.

Como resultado, a gasolina foi responsável por 25,41% da taxa de inflação no mês, uma contribuição de 0,31 ponto porcentual para a variação de 1,22% registrada pelo IPCA.

Também sob influência do aumento nas alíquotas do PIS/CONFINS, o óleo diesel teve alta de 5,32%. Já o etanol ficou 7,19% mais caro.

Os gastos com Transportes cresceram 2,20%, maior impacto de grupo no mês, o equivalente a 0,41 ponto porcentual. Além dos combustíveis (7,95%), as famílias tiveram que gastar mais com trem (3,10%), automóvel novo (2,88%), ônibus urbano (2,73%), metrô (2,67%), ônibus intermunicipal (1,68%), táxi (1,21%) e conserto de automóvel (1,20%).

Serviços. A inflação de Serviços voltou a acelerar em fevereiro em relação a janeiro, enquanto os preços administrados e livres mostraram discreta perda de força. Dados da Votorantim Corretora mostram que a variação do setor de serviços no âmbito do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do segundo mês do ano foi de 1,07%, depois de 0,87%. 

Os preços livres tiveram alta de 0,88%, na comparação com 0,87% no primeiro mês de 2015. O número informado pela corretora ficou dentro das estimativas (0,73% a 0,94%), mas acima da mediana de 0,79%.

Já os preços administrados ficaram em 2,37%, após 2,50% em janeiro. A taxa apurada pela Votorantim ficou fora das previsões, que eram de 1,63% a 2,32%, com mediana de 2,05%.

Ainda de acordo com a consultoria, a inflação continuou espalhada em fevereiro. O indicador de difusão do IPCA atingiu a marca de 68,8% no segundo mês de 2015 na comparação com janeiro, quando ficou em 68,5%.

Tudo o que sabemos sobre:
inflação, ipca, gasolina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.