Gasto com consumo nos EUA foi o menor desde 2001

Os gastos dos consumidores americanos, o principal componente do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos e que responde por cerca de 70% do crescimento dos EUA, subiram 1% no primeiro trimestre, bem abaixo da elevação de 2,3% do quarto trimestre. Foi a menor expansão do consumo desde o segundo trimestre de 2001, quando o consumo subiu também 1%.As compras de bens duráveis caíram 6,1% no primeiro trimestre, depois de elevação de 2% no trimestre anterior. As compras de bens não duráveis cederam 1,3% no primeiro trimestre. Os gastos com serviços subiram 3,4%.De modo geral, os gastos com consumo tiveram contribuição de 0,68 ponto porcentual para o crescimento do PIB do primeiro trimestre, uma participação inferior à registrada no quarto trimestre, de 1,58 ponto porcentual. O setor imobiliário, por sua vez, teve contribuição negativa no PIB durante o primeiro trimestre. Os investimentos residenciais fixos caíram 26,7% no primeiro trimestre, subtraindo 1,23 ponto porcentual do PIB. Foi a maior queda desde o quarto trimestre de 1981, quando cederam 35,1%. No quarto trimestre, os investidores residenciais fixos haviam caído 25,2%. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.