Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Gasto com viagens ao exterior tem 1ª queda em 30 meses

A recente subida do dólar já desanima brasileiros que planejavam ir ao exterior. Dados do Banco Central mostram que, em março, o gasto de turistas em viagens internacionais caiu 1,1% na comparação com igual mês do ano passado. Foi a primeira retração desde setembro de 2009.

BRASÍLIA , O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2012 | 03h09

Após passar boa parte do ano passado na casa de R$ 1,60, o dólar avançou ao nível de R$ 1,70 no início do ano até atingir R$ 1,80 em março. "Sem dúvida, a desvalorização do câmbio também influenciou", reconheceu o chefe do departamento econômico do BC, Tulio Maciel, ao lembrar que as viagens reagem rapidamente a oscilações da moeda.

Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) mostram que o número de passageiros em voos internacionais de empresas brasileiras caiu 3,1% em março ante igual mês de 2011. Em janeiro, já havia recuado 4,5%.

Apesar dessa contração, os gastos no exterior no primeiro trimestre somaram US$ 5,38 bilhões, novo recorde para o período. Mas o BC acredita que os números podem se tornar moderados a partir de agora. / F.N. e A.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.