Gasto de brasileiro no exterior cresce 67% no bimestre

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, informou que os gastos de brasileiros em viagens ao exterior somam US$ 550 milhões, em março, até hoje. Já as receitas (gastos de estrangeiros no Brasil) totalizam US$ 360 milhões. Com isso, o item viagens internacionais é negativo para o balanço de pagamentos brasileiro em US$ 189 milhões. Segundo Lopes, no primeiro bimestre do ano, as despesas de brasileiros no exterior subiram 67%, enquanto as receitas cresceram 21% no período, em relação ao primeiro bimestre de 2007.As despesas financeiras em março, segundo Lopes, estão positivas em US$ 4 milhões. Já o pagamento de royalties e licenças, no mês, está deficitário em US$ 133 milhões. Os gastos com aluguel de equipamentos de empresas (máquinas, guindastes) foram negativos em US$ 170 milhões, enquanto as compras de equipamentos de computação e informações também foram negativas em US$ 122 milhões.Altamir Lopes informou que os gastos em viagem, no acumulado de 12 meses encerrado em fevereiro, produziu resultado negativo para o Brasil de US$ 3,78 bilhões, resultado de US$ 8,92 bilhões em despesas de brasileiros no exterior e US$ 5,145 bilhões que ingressaram no País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.