Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Gasto de brasileiros no exterior é o menor desde 2009

Apesar do recuo do dólar, o desembolso dos turistas brasileiros em viagens internacionais caiu 16,5%, para US$ 14,5 bilhões, em relação a 2015

O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2017 | 11h39

Os gastos dos brasileiros com viagens ao exterior caíram 16,5% em 2016 em relação ao ano anterior, para US$ 14,5 bilhões, informou nesta terça-feira, 24, o Banco Central. É o menor valor desde 2009, quando os turistas brasileiros deixaram US$ 10,9 bilhões lá fora.

O recuo contrasta com a queda do dólar que, em tese, ajudaria os brasileiros a gastar mais em outros países, mas pode ser explicado pela recessão e aperto no orçamento das famílias. No ano passado, a moeda americana caiu 17,8% e mantém a tendência em janeiro de 2017 (-2,67%), com uma cotação ao redor de R$ 3,16.

Em dezembro, as despesas de brasileiros no exterior somaram US$ 1,392 bilhão, enquanto o gasto dos estrangeiros em passeio pelo Brasil ficou em US$ 484 bilhões.

No acumulado de 2016, o saldo líquido dessa conta - isto é, a diferença entre o que foi desembolsado por brasileiros e estrangeiros - ficou negativo em US$ 8,473 bilhões. Os estrangeiros gastaram US$ 6 bilhões no Brasil no ano passado, uma leve alta de 3%.

Em 2015, este saldo havia ficado negativo em US$ 11,513 bilhões. O BC estimava um déficit de US$ 8,5 bilhões para esta rubrica em 2016.

(Fabrício de Castro, Eduardo Rodrigues)

Tudo o que sabemos sobre:
Banco CentralBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.