Gasto do consumidor francês surpreende e sobe em novembro

O gasto do consumidor da França surpreendeu o mercado nesta terça-feira ao subir em novembro, puxado por compras de bens duráveis domésticos, apesar da contínua queda nas vendas de automóveis. O gasto do consumidor da segunda maior economia da zona do euro subiu 0,3 por cento em novembro ante outubro segundo a agência nacional de estatísticas INSEE. Economistas previam uma queda de 0,1 por cento, segundo pesquisa da Reuters. Mas o órgão revisou a queda do mês anterior. O número de outubro, que havia sido informado há um mês como baixa de 0,4 por cento, foi revisto para recuo de 0,5 por cento. Em base anual, o gasto dos consumidores da França subiu 1 por cento em novembro. "Neste momento, o gasto do consumidor é a única coisa que está se mantendo na crise, porque tudo o mais está indo para baixo", disse Alexandre Law, economista chefe do Xerfi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.