Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Gasto real de consumo fica estável nos EUA em janeiro

A renda pessoal dos norte-americanos cresceu 0,3% e os gastos com consumo pessoal subiram 0,4% no mês passado, de acordo com dados divulgados hoje pelo Departamento do Comércio dos EUA. Em dezembro de 2007, a renda pessoal dos americanos havia crescido 0,5%, enquanto os gastos subiram 0,3%.Apesar do aumento de 0,4% nos gastos com consumo, o gasto real ficou estável em janeiro pela terceira vez nos últimos quatro meses. A inflação de 0,4% no mês contrabalançou todo o aumento na renda pessoal. A renda pessoa disponível dos americanos - a renda após descontados os impostos - subiu 0,4% em janeiro. Já a poupança pessoal, como porcentual da renda pessoal disponível, ficou negativa em 0,1% em janeiro, pelo terceiro mês seguido.InflaçãoO índice de preços para gastos pessoais com consumo (PCE) nos Estados Unidos subiu 3,7% em janeiro em relação a janeiro de 2006. O núcleo do índice PCE, que exclui as variações de preços de alimentos e energia, avançou 2,2% em janeiro em relação a janeiro do ano passado.O banco central americano (Fed) observa o comportamento do núcleo do índice PCE para avaliar a pressão sobre os preços nos EUA e a inflação. Informalmente, o mercado financeiro acredita que o BC americano estabeleça como "zona de conforto" desse índice de inflação a margem de 1% a 2%. As informações são da Dow Jones.

CAROLINA RUHMAN, Agencia Estado

29 de fevereiro de 2008 | 10h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.