Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Gastos com construção nos EUA têm queda inesperada em novembro

Os gastos com construção nos Estados Unidos caíram de forma inesperada em novembro, pressionados pelo recuo em despesas do governo e por menos dinheiro gasto por empresas em projetos diferentes de moradias.

REUTERS

02 de janeiro de 2015 | 13h11

Os gastos com construção recuaram 0,3 por cento, o primeiro declínio desde junho, para uma taxa anual de 975 bilhões de dólares, informou o Departamento do Comércio nesta sexta-feira.

Os gastos de outubro foram revisados para mostrar alta de 1,2 por cento em vez do aumento de 1,1 por cento divulgado anteriormente. Economistas consultados pela Reuters esperavam aumento de 0,3 por cento em novembro.

Embora os dados possam indicar menos investimento por empresas e governos, os gastos em construção de moradias parecem mais robustos. Os gastos em construção residencial privada avançaram 0,9 por cento em novembro.

(Reportagem de Jason Lange)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUACONSTRUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.