Gastos de turistas do Brasil também devem ser recorde no Natal

Real valorizado, garantia de emprego e renda e financiamento de longo prazo sustentam o boom de viagens internacionais

Márcia De Chiara, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2010 | 00h00

O brasileiro deve bater um novo recorde de gastos no exterior nas férias de fim ano, apontam dados preliminares de vendas de pacotes turísticos internacionais com saídas marcadas entre o Natal e o Ano-Novo. "As vendas de pacotes para o fim de ano estão muito quentes e, em determinadas datas, os voos estão lotados", afirma diretor de assuntos internacionais da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), Leonel Rossi Jr.

Real valorizado em relação ao dólar, estabilidade da moeda, perspectivas favoráveis para atividade econômica, com garantias de emprego e renda, e, especialmente, parcelamento de longo prazo dos pacotes turísticos vendidos em reais sustentam a ida crescente de brasileiros ao exterior neste ano.

A Nascimento Turismo, por exemplo, que tem 85% dos pacotes de turismo voltados para o exterior, ampliou em 25% a oferta de lugares bloqueados nos voos internacionais e nos hotéis entre dezembro e janeiro próximos na comparação com igual período do ano anterior, conta o diretor comercial da operadora de turismo, Cleiton Feijó. Para os pacotes nacionais, o acréscimo na oferta de lugares foi menor, de 10% em igual período.

A CVC, que tem 35% dos pacotes destinados ao exterior, é outra operadora que está otimista com o desempenho do turismo internacional até o fim do ano. Só em julho, a operador a embarcou 20% a mais brasileiros para o exterior, um recorde na história da companhia. Entre destinos nacionais e internacionais, foram 300 mil turistas que usaram os serviços da operadora em um único mês. Os destinos internacionais incluem Buenos Aires e Bariloche na Argentina, Orlando, nos EUA, e Europa.

De acordo com a empresa, um dos programas de viagens ao exterior que mais ampliaram as vendas este ano é o Mundo para Brasileiros. Trata-se de uma de um tipo de excursão para grupos de 20 a 40 turistas, no máximo, que muitas vezes não dominam um segundo idioma e nunca saíram do País. Por isso, esses passageiros saem do Brasil com um guia especial e uma série de serviços incluídos no pacote. Segundo a CVC, neste ano há 262 excursões desse tipo confirmadas e 50% desses pacotes foram realizado. Em 2009, a operadora fez 100 excursões desse tipo.

Destinos. Miami, Orlando e Nova York, nos Estados Unidos, e as capitais europeias, Paris e Roma, são os destinos mais procurados pelos brasileiros neste fim ano, diz Rossi Jr, da Abav. Ele observa que as passagens mais baratas para esses destinos estão esgotadas. "Na classe econômica de um avião, há 12 tipos diferentes de tarifas", observa. Uma passagem de ida e volta de São Paulo para Miami, por exemplo, pode custar entre US$ 800 e US$ 2.800.

Neste ano, Rossi Jr. destaca que está surgindo um novo turista internacional, que nunca foi ao exterior e que realiza o sonho de colocar pela primeira vez o pé fora do País indo a Buenos Aires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.