Divulgação
Divulgação

Gays da terceira idade viram alvo do mercado de imóveis nos EUA

Empresas buscam atender ao público que enfrentou grande preconceito antes da liberalização dos costumes nas últimas décadas

Economia & Negócios,

19 de março de 2014 | 16h33

NOVA YORK - Mesmo com o avanço dos direitos dos homossexuais nos Estados Unidos, ainda há um grupo que se sente negligenciado e isolado - os idosos gays. Para atender a esse público, começam a surgir no país projetos de habitação destinados exclusivamente aos homossexuais de terceira idade.

Três conjuntos habitacionais a preços acessíveis atendem aos aposentados gays nos EUA: o Praça Triângulo, inaugurado em Hollywood em 2007, o Espírito do Lago, lançado no ano passado e os apartamentos John C. Anderson, na Filadélfia, que receberam seus primeiros moradores em janeiro. Três outros blocos estão programados para abrir em Los Angeles, San Francisco e Chicago este ano e no próximo.

Muitos pensionistas gays têm uma necessidade especial de habitação acessível. Eles geralmente têm menos apoio familiar do que os heterossexuais e podem encontrar-se em desvantagem financeira também - pouco ou nenhum benefício conjugal, menos ajuda dos filhos e, as vezes, excluídos da herança familiar. A expansão do mercado imobiliário voltado para os gays idosos foi tema de uma reportagem da rede BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Homossexualismoimóveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.