Gazprom decide cortar envio de gás à Ucrânia

O executivo-chefe da companhia de gás russa Gazprom, Alexei Miller, afirmou que a Rússia vai cortar o envio de gás para a Ucrânia amanhã pela manhã. Miller disse que a decisão foi tomada depois que as negociações de hoje terminaram sem um acordo sobre quanto a Ucrânia pagará pelo envio de gás em 2009. O executivo também afirmou que a Gazprom ainda não recebeu o dinheiro que a Ucrânia informou ter transferido para a empresa a fim de saldar a sua dívida. Segundo a Gazprom, a débito da Ucrânia é de US$ 2,1 bilhões. Miller afirmou que a Gazprom fará o melhor possível para garantir que os consumidores da Europa recebam o gás no período certo. A maior parte do gás russo enviado para a Europa passa por território ucraniano.

AE-AP, Agencia Estado

31 Dezembro 2008 | 17h55

Mais conteúdo sobre:
gás Gazprom Ucrânia Rússia Europa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.