coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

GE fecha fábrica no Rio e demite 900 trabalhadores

A General Eletric (GE) do Brasil anunciou ontem o fechamento de sua fábrica de lâmpadas incandescentes no bairro de Maria da Graça, no Rio de Janeiro. Os 900 funcionários da planta serão demitidos. Os cortes fazem parte de um processo mundial de reestruturação da divisão GE Consumer & Industrial. No ano passado, houve outros fechamentos na Europa, no Canadá e no México. Este ano, uma fábrica de lâmpadas também foi fechada no Chile."O mercado de lâmpadas incandescentes está em declínio no mundo inteiro, por isso a GE optou por fechar algumas fábricas", explica o diretor de Relações Institucionais da GE, Newton Galvão. "Em países como a Austrália e o Canadá, essas lâmpadas foram proibidas, por gastarem muito mais energia. Especialistas dizem que em 15 anos não haverá mais este tipo de lâmpada no mundo." Cerca de 40% das lâmpadas incandescentes da GE consumidas no Brasil eram produzidas no Rio de Janeiro. Os 60% restantes vinham de fábricas estrangeiras. "Agora, elas virão 100% de fora, de fábricas mais modernas nos EUA, Hungria e China", afirmou Galvão.Foi anunciada também a demissão de 425 pessoas em fábricas de Ohio, nos EUA. Das 26 fábricas de lâmpadas da GE na região, seis serão fechadas. Um corte de 80 pessoas deve ocorrer em breve no México. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

05 de outubro de 2007 | 08h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.