Geithner afirmará na China compromisso com dólar forte

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, vai assegurar, durante sua viagem à China, que os EUA estão comprometidos com um dólar forte e com a redução do déficit fiscal do país, após a recuperação da economia. Geithner chega a Pequim neste domingo e se reúne amanhã com o presidente chinês, Hu Jintao.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

31 de maio de 2009 | 10h56

O aumento do déficit fiscal norte-americano preocupa a China, maior credora dos EUA, uma vez que pode reduzir o valor do dólar e dos chamados Treasuries, títulos da dívida dos EUA. "Tornarei claro nosso compromisso com o dólar forte e com a redução do déficit fiscal no médio prazo, para um nível sustentável", disse Geithner à imprensa chinesa, de acordo com uma transcrição providenciada pelo Departamento do Tesouro a repórteres norte-americanos.

Geithner acrescentou que o Federal Reserve, banco central dos EUA, está "completamente comprometido em manter a inflação baixa e estável. Os EUA farão o necessário para fortalecer os fundamentos da economia", afirmou. O secretário do Tesouro fica na China até terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
Timothy GeithnerChinadólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.