finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Genéricos ganham kit informativo e site

Parceria entre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Associação Médica Brasileira (AMB) e o Conselho Federal de Medicina (CFM) resulta no lançamento do kit informativo e do site sobre genéricos, que terão objetivo de orientar e conscientizar os médicos na prescrição desses medicamentos. O material será distribuído para 250 mil médicos em todo o país e faz parte da campanha de esclarecimento sobre genéricos que está sendo veiculada no mês de outubro. O kit possui um folder explicativo sobre a confiabilidade e qualidade desses remédios e um "Guia Informativo sobre Medicamentos Genéricos". O folder informa sobre o rigor da legislação para o registro dos genéricos, como a obrigatoriedade da realização dos testes de bioequivalência e equivalência farmacêutica. Explica também como são esses testes e que, mesmo após o registro do genérico, é feito um controle de qualidade por meio da retirada de amostras nos pontos-de-venda e análise em laboratórios oficiais.Além disso, o folder descreve as medidas adotadas pela Anvisa para facilitar a identificação do genérico pelo paciente, como a obrigatoriedade da tarja amarela na embalagem do produto e a proibição da venda do similar pelo nome do princípio ativo. Em formato de bolso, o guia contém a relação de todos os medicamentos genéricos aprovados pela Anvisa, divididos por classe terapêutica, por ordem alfabética e do medicamento de referência ou inovador. O Ministério da Saúde já concedeu registro para quase 400 genéricos de 57 classes terapêuticas, com destaque aos medicamentos usados no tratamento da aids, do diabetes e do câncer. InternetTambém foi lançado ontem o site www.medicamentogenerico.org.br. Nesta página poderão ser encontrados dados relacionados aos genéricos existentes e artigos científicos. Além disso, o site contém um Banco de Medicamentos que possibilitará a consulta pelo nome do genérico, do referência ou ainda por classe terapêutica. Por meio deste site, o médico poderá manter atualizado o "Guia Informativo". A página vai funcionar ainda como um canal de comunicação entre o profissional e a AMB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.