Genoino: Correção do IR não estava no programa de Lula

A correção da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) não faz parte do programa do PT e nem constava no programa de governo que elegeu o presidente Luís Inácio Lula da Silva na eleição do ano passado. O recado foi dado hoje pelo presidente nacional do PT, José Genoino, que participou da Conferência Regional eleitoral da Macro Região do ABC, em São Bernardo do Campo.Ele tentou esclarecer que a correção da tabela do IRPF defendida pelo partido durante o governo FHC acontecia por causa do aumento da carga tributária no País. "Essa questão foi discutida pela bancada do PT quando a carga tributária subia a uma média de 1 ponto porcentual ao ano em relação ao PIB", esclareceu. "Estamos fazendo uma reforma tributária em um momento em que o País atravessa e começa a sair das dificuldades econômicas. Vamos concluir a reforma tributária ainda este ano para trabalharmos nas legislações ordinária e complementar para diminuir a carga de impostos." Dessa forma, acrescentou Genoino, a eventual correção da tabela terá de ser avaliada pelo governo com base na continuidade do equilíbrio das contas e "com responsabilidade fiscal". "O governo certamente terá sensibilidade para discutir e tomar a decisão correta no momento certo. Temos que avaliar a realidade fiscal do País e as condições macroeconômicas de medidas como essa", avaliou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.