Geotab expande para fornecer experiência global ao mercado de logística e transporte brasileiro
Conteúdo Patrocinado

Geotab expande para fornecer experiência global ao mercado de logística e transporte brasileiro

Líder em IoT e transporte conectado fornece aos gestores de frotas dados detalhados para ajudá-los a otimizar suas operações

Geotab, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

26 de agosto de 2021 | 07h30

A Geotab, líder mundial em internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) e transporte conectado, recentemente comunicou a sua expansão com o lançamento da Geotab Brasil. Fundada no Canadá, em 2000, a Geotab está presente atualmente em 130 países e com atividades na América Latina desde 2012. A Geotab Brasil proporcionará aos clientes de logística e transporte baseados no País o acesso à sua premiada solução telemática.

A telemática é um método de monitoramento de carros, caminhões, equipamentos e outros ativos que utiliza a tecnologia GPS e o diagnóstico a bordo (OBD, do inglês) para traçar o movimento do veículo em um mapa computadorizado. Porém, a solução telemática da Geotab vai além, oferecendo dados ricos para ajudar os gerentes de frotas e empresas a obter métricas confiáveis em seus veículos, como estado do motor, eficiência de combustível, comportamento de direção, entre outras.

"A tecnologia telemática vai muito além do tradicional monitoramento de frotas por GPS", afirma Eduardo Canicoba, country manager do Brasil e líder de Desenvolvimento de Negócios na América Latina da Geotab. "Ao conceder às frotas o acesso às informações de que necessitam sobre seus ativos, o objetivo da Geotab é ajudar os clientes a tomar decisões comerciais inteligentes, para que possam otimizar suas operações e aumentar a produtividade."

O conjunto de ofertas da Geotab inclui seu premiado dispositivo Geotab GO, que se conecta facilmente à porta OBD II de um veículo e é capaz de processar uma imensa quantidade de pontos de dados por dia, enviando dados de frotas e veículos para a nuvem via internet. "A segurança e a privacidade dos dados de nossos clientes são primordiais, e temos trabalhado para garantir que todos os dados processados sejam protegidos com bibliotecas criptografadas sob a certificação FIPS 140-2", explica Canicoba.

Com base nos dados processados, painéis e relatórios personalizados, como gerenciamento de combustível, manutenção e relatórios de pontuação do motorista, estão disponíveis por meio da plataforma telemática da Geotab, MyGeotab, permitindo que o cliente tenha uma compreensão clara de como seus ativos estão funcionando. Seus usuários são capazes de utilizar os dados para realizar a manutenção preventiva, ajudar a reduzir custos de combustível por meio do monitoramento do comportamento do motorista e do veículo ocioso, e identificar estradas com manutenção precária. "A Geotab oferece uma solução telemática única. Trabalhamos com empresas, governos e frotas de todos os tamanhos. Estamos entusiasmados em ver o que o futuro nos reserva agora que nos tornamos oficialmente ativos no mercado brasileiro", acrescenta Canicoba.

Potencial estratégico

O transporte rodoviário no Brasil continua a ser o método predominante para o comércio e a movimentação de mercadorias, representando, pelo menos, 60% da rede rodoviária brasileira. Dados da Confederação Nacional de Transportes (CNT), no Anuário do Transporte 2020, mostraram que mais de 2,2 milhões de veículos foram autorizados a transportar cargas no Brasil em 2019. Sendo o transporte rodoviário um setor crucial no maior país da América Latina, composto por 1,7 milhão de quilômetros de rodovias e com milhares de veículos autorizados para o transporte, fica claro que a telemática tem a oportunidade de desempenhar um papel fundamental na otimização das operações comerciais dentro desse setor, permitindo que frotas e outras empresas de transporte aproveitem-se dessas soluções.

Além de trazer suas soluções telemáticas para um novo mercado, a Geotab também enfatiza a intenção da empresa de investir no talento local do País. "A oportunidade de trazer novas soluções para o mercado é imensa no Brasil, e, com isso, reconhecemos também a importância de investir em recursos locais", reforça Canicoba. "Nossa presença não só cria oportunidades significativas de crescimento para a Geotab no País, mas também nos permite aprender e crescer neste novo mercado, trazendo a bordo profissionais locais da indústria brasileira, o que é algo que nos entusiasma muito.”

Veículos elétricos

Os veículos elétricos (EVs, sigla em inglês) já começaram a tomar conta das frotas na Europa, e essa tendência está prevista para ser expandida em breve em todo o mundo, de acordo com um relatório recente projetando um crescimento de mercado de 22% nos próximos cinco anos. Um esforço importante, denominado Projeto Civitas, foi desenvolvido em 2002 e, desde então, implementou cerca de 800 medidas para ajudar a melhorar o transporte urbano em pelo menos 80 cidades europeias. Dentro dessa proposta foi criado o Civitas Eccentric, com foco em iniciativas inovadoras na logística do transporte urbano de carga. A Geotab espera que tais iniciativas possam ajudar a América Latina a seguir o exemplo nos próximos anos, adotando a estrutura já estabelecida em outras regiões.

Por exemplo, a Prefeitura de Madri escolheu a Geotab para fornecer dados telemáticos para o projeto, equipando 19 Renaults totalmente elétricos com dispositivos Geotab GO. O Conselho de Madri quis analisar os dados dos veículos para entender melhor as operações da frota e como otimizá-los de forma mais sustentável. Como resultado, a equipe em Madri foi capaz de analisar os dados em tempo real e à distância, permitindo-lhes identificar veículos sub e sobreutilizados para equilibrar adequadamente seus EVs e tomar decisões para melhor dimensionar sua frota e cumprir suas metas de sustentabilidade.

Canicoba diz acreditar que a migração para frotas elétricas é um processo que vem se acelerando em muitos países, especialmente na Europa. "Por exemplo, a empresa sueca Volvo anunciou no início deste ano que se comprometeu a se tornar líder no mercado de carros elétricos e a eliminar gradualmente todos os carros com motores combustíveis até 2030", ressalta o country manager da Geotab no Brasil. "A transformação desta indústria em elétrica é iminente, e a Geotab está muito animada para desempenhar um papel fundamental na transição à medida que se espalha pelo Brasil e pela América Latina."

A indústria brasileira de transporte rodoviário tem um tremendo potencial e, como tal, é um componente vital da cadeia de abastecimento para muitos setores. Adotar medidas para ajudar a otimizar as operações e aumentar a produtividade por meio do uso da tecnologia telemática pode ajudar o País, à medida que ele continua a se modernizar e a expandir suas operações no setor de transporte.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.