Geração de energia da China sobe 2,1% em março sobre ano antes

A geração de energia na China em março subiu 2,1 por cento ante o ano anterior, informou a agência nacional de estatísticas nesta segunda-feira, marcando o crescimento mais fraco em seis meses em meio a ritmo lento na atividade industrial.

Reuters

15 de abril de 2013 | 08h36

A geração de eletricidade totalizou 419,4 bilhões de quilowatts-hora (kWh), em março. Com exceção do declínio de 13,7 por cento em fevereiro, devido em grande parte às distorções causadas pela semana de feriado do Ano Novo Lunar, a taxa de crescimento anual de produção de energia em março foi a mais lenta desde setembro de 2012, quando a produção subiu 1,5 por cento.

Os fracos números de crescimento foram divulgados conforme dados mais abrangentes mostraram que a recuperação econômica da China teve desempenho abaixo do esperado nos primeiros três meses de 2013, com o recuo da taxa anual de crescimento para 7,7 por cento, desde o ritmo de 7,9 por cento definido no último trimestre de 2012.

Outros dados divulgados junto com o Produto Interno Bruto mostraram que a produção industrial cresceu 8,9 por cento em março, em relação a um ano atrás, ante expectativas de 10 por cento segundo pesquisa da Reuters.

O consumo de energia da China subiu 1,9 por cento em março sobre um ano antes e o crescimento do consumo total no primeiro trimestre ficou em 4,3 por cento, de acordo com dados da Administração Nacional de Energia.

Em janeiro, a Comissão Estatal Reguladora de Eletricidade havia estimado que o consumo de energia da China deveria crescer mais de 9 por cento este ano, mais rápido que a taxa de 5,5 por cento de 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACHINAENERGIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.