Gerdau
Gerdau

Gerdau é notificada de processo movido contra empresa nos EUA

Investidores dos Estados Unidos abriram uma ação coletiva contra a fabricante de aço Gerdau e seus principais executivos por conta de denúncias de corrupção

Fátima Laranjeira, O Estado de S.Paulo

10 Junho 2016 | 19h45

SÃO PAULO - A Gerdau informa que recebeu, em uma de suas subsidiárias, localizada nos Estados Unidos, documentos relativos à ação judicial (class action complaint) movido contra a empresa por Donald P. Boland e Mary A. Boland, dois investidores pessoa física que assinam o processo coletivo, representando todos os demais.

"A Gerdau também reitera, como empresa de 115 anos de atuação, que possui rigorosos padrões éticos na condução de seus pleitos junto aos órgãos públicos e reafirma que está, como sempre esteve, à disposição das autoridades competentes para prestar os esclarecimentos que vierem a ser solicitados", informou a companhia.

Investidores dos Estados Unidos abriram uma ação coletiva contra a fabricante de aço Gerdau e seus principais executivos por conta de denúncias de corrupção na companhia brasileira. Os advogados acusam a empresa de uma série de declarações "falsas e enganosas" sobre seus negócios e políticas internas e querem recuperar prejuízos que tiveram com a queda dos papéis da Gerdau quando as denúncias se tornaram públicas.

Além da Gerdau, são réus no processo quatro executivos da empresa, incluindo o presidente, André Gerdau Johannpeter, e o diretor Financeiro, Harley Lorentz Scardoelli. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.