Gerdau pode comprar siderúrgica nos EUA por US$ 2 bi

O Grupo Gerdau está perto de comprar a siderúrgica norte-americana Quanex por cerca de US$ 2 bilhões. Integrantes do conselho de administração da Quanex passaram o fim de semana reunidos para discutir a venda da empresa. Além da Gerdau, participam da disputa a Arcelor Mittal, maior empresa siderúrgica do mundo, e o grupo Thyssen, da Alemanha. Segundo fontes ligadas ao negócio, a Gerdau era a favorita para ganhar o leilão pela Quanex.As conversas começaram há cerca de dois meses, quando o banco americano Lazard Freres foi contratado pela Quanex para negociar com as siderúrgicas. No final da semana passada, porém, as negociações foram apressadas, depois do vazamento da notícia no site europeu www.mergermarket.com, que pertence ao Financial Times e é especializado em fusões e aquisições. Na sexta-feira, o conselho de administração da Quanex decidiu se reunir para bater o martelo o quanto antes.Sediada em Houston, no Texas, a Quanex tem dois negócios principais. Um deles é a fabricação de barras de aço para a indústria automobilística. Produtos para esse segmento foram responsáveis por 48,2% das vendas da companhia em 2006. A outra especialidade é a produção de materiais de construção, que respondeu por 25,5% do negócio da Quanex em 2006. Além disso, ela também fabrica chapas de alumínio para a área de transporte e outros mercados de bens duráveis. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.