Gerdau segue com expansão e compra empresa venezuelana

Grupo adquiriu Sizuca, por US$ 92,5 milhões; é o 4º acordo internacional em 2007

Agencia Estado

21 de junho de 2007 | 12h46

O Grupo Gerdau continua firme em sua estratégia de expansão no exterior e assinou nesta segunda-feira contrato para a compra da produtora venezuelana de vergalhões Sizuca, por US$ 92,5 milhões. É o quarto acordo internacional anunciado este ano."A aquisição faz parte da estratégia de crescimento do Grupo Gerdau nas Américas, garantindo sua presença em um país que vem apresentando importante crescimento econômico", disse a Gerdau em comunicado.Na semana passada, a siderúrgica anunciou que a Pacific Coast Steel, joint venture de sua subsidiária na América do Norte, fechou acordo para compra dos ativos da Valley Placers, empresa de entrega e montagem de produtos de aço de Las Vegas, nos Estados Unidos. Os termos financeiros não foram revelados.Em maio, a companhia fechou um aliança estratégica com a empresa dominicana Industriais Nacionales, C. por A. (Inca), por US$ 42 milhões e no fim de março anunciou a compra do Grupo Feld, controlador da produtora mexicana de vergalhões e perfis Tultitlán, por US$ 259 milhões.Segundo analistas, a estratégia da Gerdau faz parte da tentativa da empresa de fazer frente à gigante Arcelor Mittal na disputa pela consolidação regional.O UBS Pactual elevou na última quarta-feira o preço-alvo dos papéis da Gerdau, citando lucro acima do esperado no primeiro trimestre e previsão de bom resultado no segundo, mas também disse que vê "o desempenho financeiro sustentado por um intenso, mas prudente apetite por aquisições".A Sizuca, Siderúrgica Zuliana, com sede em Ciudad Ojeda, tem capacidade de produção de 300 mil toneladas de aço bruto e 200 mil toneladas de laminados por ano. Já a Tultitlán tem capacidade instalada anual de 350 mil toneladas de aço e 330 mil toneladas de laminados, voltada principalmente para o mercado interno.A brasileira Gerdau, que no início do mês recebeu nota de grau de investimento pela agência de classificação de risco Standard & Poor´s, está presente no Canadá, Estados Unidos, Espanha, Colômbia, Peru, Chile, Argentina e Uruguai, México e Venezuela. Em 2006, o grupo produziu 15,6 milhões de toneladas e teve receita líquida de 23,5 bilhões de reais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.