Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Gerdau suspende operação em São Paulo

Queda na demanda levou à paralisação da usina de Araçariguama, que tem capacidade de produção de 900 mil toneladas de aço por ano

, O Estadao de S.Paulo

21 de março de 2009 | 00h00

A Gerdau, uma das maiores siderúrgicas do País, anunciou ontem que suspendeu as operações de sua unidade em Araçariguama, no interior paulista, por causa da queda na demanda por aço. Inaugurada há três anos, a fábrica tem capacidade para produzir 900 mil toneladas de aço por ano e recebeu investimentos de cerca de R$ 500 milhões."Devido à redução da demanda em razão do novo cenário econômico, a Gerdau está antecipando manutenções na sua unidade (...) em Araçariguama, cujo retorno da produção de aço ocorrerá entre o final de março e início de abril", informou a companhia, em nota.Por causa dos efeitos da crise global, que fizeram o lucro da companhia despencar 67% no quarto trimestre, a Gerdau já decidira reduzir a previsão de investimento no período 2008-10, de US$ 6,4 bilhões para US$ 5 bilhões.Em novembro, a companhia adiou um investimento de US$ 524 milhões em uma nova siderúrgica na Argentina, que foi anunciado em setembro. Procurada, a companhia não informou se haverá suspensão temporária dos contratos de trabalho de funcionários da unidade.RECUOO setor siderúrgico brasileiro atravessa um momento complicado, por causa da queda da demanda. Em fevereiro, a produção do setor recuou 39% na comparação com o mesmo mês do ano passado. E, para os próximos meses, a expectativa é de que os números da produção nacional de aço bruto sejam ainda menores que o 1,7 milhão de toneladas de fevereiro, por conta da paralisação do alto-forno 2 da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). A empresa deve paralisar o equipamento por 49 dias a partir de amanhã. Desde novembro, todas as grandes fabricantes de aço já anunciaram paradas de manutenção com o objetivo de ajustar os estoques elevados. A ArcelorMittal Brasil, por exemplo, antecipou a parada para manutenção de um alto-forno da unidade de Tubarão. A Usiminas suspendeu este mês a operação de um alto-forno na usina de Cubatão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.