Globopar sai de prejuízo para lucro de R$ 798 milhões no 1º semestre

A Globopar, empresa de participações da família Marinho, saiu de prejuízos de R$ 409 milhões no primeiro semestre de 2004 para lucro líquido de R$ 798 milhões no primeiro semestre deste ano, segundo balanço da companhia divulgado hoje. A empresa registrou ganhos expressivos nas despesas financeiras, saindo de despesas líquidas de R$ 571 milhões nos primeiros seis meses de 2004 para um ganho líquido de R$ 155 milhões no primeiro semestre deste ano. Outro fator relevante foi a venda de participações na Net Serviços, maior distribuidora de televisão paga no País, para o grupo mexicano Telmex, no início do ano. Os ganhos não-recorrentes, referentes à participações em investimentos, somaram R$ 468 milhões no semestre passado. O grupo vendeu participações na Net e em outros empresas, no processo de renegociação da dívida. Dívida da Globopar O grupo concluiu no final de julho o processo de renegociação da dívida da Globopar, reescalonando os pagamentos por até cinco anos. No final de junho, a dívida de curto prazo da empresa somava R$ 4,756 bilhões (reescalonada em julho), além de outros R$ 2,064 bilhões de longo prazo, somando R$ 6,83 bilhões. Embora muito elevado, esse endividamento é inferior aos R$ 8,46 bilhões contabilizados no final de junho de 2004. A redução da dívida resultou da queda do dólar ante o real e da estratégia da companhia de fazer caixa, com a venda de ativos. A dívida líquida da Globopar era de R$ 7,53 bilhões em junho de 2004 e caiu para R$ 4,98 bilhões em junho deste ano. A posição de caixa (disponível ou aplicações financeiras) subiu de R$ 830 milhões para R$ 1,849 bilhão. Empresa holding A Globopar é uma empresa holding com participações em empresas de distribuição de programas de televisão (Net), programação (Globosat), editora (Globo), gráfica (Globo Cochrane), gravadoras (Som Livre), entre outras. Além disso, é dona dos imóveis e equipamentos utilizados pela TV Globo para a produção dos seus programas e essa é a sua principal fonte de receitas. No semestre passado a TV Globo pagou à Globopar R$ 187 milhões a título de aluguel, ligeiramente abaixo dos R$ 205 milhões pagos em igual período do ano passado.

Agencia Estado,

06 Setembro 2005 | 17h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.