GM abre novo PDV para reduzir quadro

A General Motors abriu novo programa de demissões voluntárias (PDV) nas fábricas de São Caetano do Sul e São José dos Campos. Na filial do ABC paulista, a medida é direcionada aos cerca de 7,6 mil trabalhadores horistas e mensalistas, mas a empresa não divulgou meta a ser atingida.No fim de agosto, a montadora encerrou um programa de saídas incentivadas - com pagamento de salários extras - e conseguiu perto de 110 adesões. O anúncio do PDV ocorre num momento em que a GM retoma o segundo turno de trabalho na fábrica de São Caetano, a partir de segunda-feira.O turno estava suspenso desde o início de agosto, e sua volta, segundo comunicado feito pela empresa aos funcionários, é decorrente da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os carros - que pode favorecer o comércio - e contratos de exportação. A Volkswagen e a Mercedes-Benz também abriram PDVs na semana passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.