GM acerta a venda da marca Saturn

O grupo Penske, dono de uma grande rede de concessionárias, vai assumir a operação

DOW JONES NEWSWIRES e REUTERS, O Estadao de S.Paulo

06 de junho de 2009 | 00h00

A General Motors fechou um memorando de entendimento para vender a marca Saturn à gigante varejista do setor automotivo Penske Automotive Group. Em uma teleconferência com jornalistas, Roger Penske, proprietário da cadeia de concessionárias, se recusou a revelar o valor da transação e disse que a venda deverá preservar cerca de 13 mil empregos.Segundo Roger Penske, cada um dos 350 revendedores da marca Saturn receberá ofertas para continuar vendendo os veículos. A cadeia de concessionárias assumirá as marcas, as operações de serviços e peças e as operações de distribuição relacionadas à Saturn. "Nós vamos ter uma companhia completamente independente", disse Roger Penske.A GM pediu concordata na segunda-feira e, como parte de seu plano de reestruturação, planejava vender a marca que lançou em 1984 como um "um tipo diferente de empresa de automóveis" para enfrentar rivais estrangeiras, como a japonesa Toyota. Pelo acordo, a GM vai continuar produzindo os modelos da Saturn que produz hoje.Além de assumir a Saturn, a Penske também fechará acordos com várias montadoras, incluindo a própria GM e a Renault, que permitirão à cadeia de concessionárias comprar veículos dessas montadoras para completar a carteira de veículos da Saturn. A Penske já possui um acordo exclusivo com a Daimler, que permite que a empresa distribua os minicarros Smart da companhia nos EUA. Segundo Roger Penske, sua empresa não pretende unir as concessionárias do Smart com as da Saturn.A Saturn, disse Penske, pode eventualmente crescer para se tornar uma marca global, com mais veículos em sua carteira. Os planos de curto prazo preveem manter o crossover Outlook, o sedã Aura e o utilitário esportivo Vue. O conversível Sky deixará de ser produzido.A GM começou a buscar opções estratégicas para a Saturn no início deste ano, depois de se tornar patente que a montadora não teria mais dinheiro para continuar financiando suas oito marcas nos EUA. A montadora disse ainda que mais de uma dúzia de compradores expressaram interesse na Saturn e em sua rede de lojas. A Penske também afirmou no começo de março que estava interessada na marca.A GM ainda trabalha para vender a Saab, sua unidade na Suécia, e fechou um acordo prévio para vender parte da divisão alemã Opel para a fabricante de autopeças canadense Magna International.Na terça-feira, a GM anunciou planos de vender a marca de utilitários esportivos Hummer para a pouco conhecida fabricante chinesa de equipamentos Sichuan Tengzhong Heavy Industrial Machinery.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.