GM chama de volta 900 trabalhadores

A General Motors informou que vai chamar de volta ao trabalho 900 funcionários de sua fábrica em Lansing, no Estado do Michigan (EUA), que haviam sido dispensados. A companhia vai reiniciar um segundo turno na unidade a partir de 24 de agosto. A montadora promoveu uma paralisação prolongada em muitas de suas fábricas numa tentativa de reduzir os estoques e se preparar para o fechamento de centenas de revendedores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.