carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

GM e Chrysler têm US$ 9 bi em dívidas de curto prazo

A General Motors e a Chrysler terão de pagar, em algumas semanas, US$ 9 bilhões a fornecedores de autopeças, uma conta que elas não poderão honrar sem uma assistência de emergência do governo americano. As fabricantes de autopeças, atingidas nos últimos meses pela acentuada queda nas vendas de automóveis, também estarão diante de um problema de caixa se as montadoras não pagarem.O vencimento das contas aos fornecedores, que no caso da GM responde por quase metade do dinheiro que a companhia tinha disponível no final do terceiro trimestre, representa a ameaça mais imediata às montadoras, enquanto elas pedem um salva vidas da administração do presidente George W. Bush após o fracasso do pacote de socorro de US$ 14 bilhões ontem à noite no Senado. E crescem as preocupações de que as fabricantes de autopeças agora podem adotar medidas para apertar os termos de pagamento, o que aceleraria a queima de capital que ameaça a viabilidade das montadoras.

DOW JONES NEWSWIRES, O Estadao de S.Paulo

12 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.