GM e Ford vão suspender produção na Rússia temporariamente

Para enfrentar queda da demanda, montadoras paralisarão fábricas por dois meses e oito dias respectivamente

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de junho de 2009 | 12h29

A montadora americana General Motors decidiu suspender a produção na Rússia por dois meses para enfrentar a queda da demanda. A Ford Motor, também americana, foi outra montadora que adotou a medida, mas vai paralisar a produção por oito dias.

 

"A GM decidiu suspender a produção de 1º de julho a 30 de agosto", afirmou o porta-voz da companhia, Sergei Lepnukhov, à agência AFP. "A suspensão é uma resposta ao declínio do mercado automotivo", acrescentou. A porta-voz da Ford, Eketerina Kulinenko, informou que a produção da companhia será interrompida entre 1º e 9 de julho.

 

As vendas de carros de passageiros e de veículos utilitários leves na Rússia despencaram 58% em maio, em comparação com o mesmo mês do ano passado, e 47% nos cinco primeiros meses deste ano, ante o mesmo período de 2008, de acordo com a Associação de Negócios Europeus. Antes da atual crise econômica global, a Rússia era vista como o mais promissor mercado automotivo da Europa. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
crisemontadorasFordGMRússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.