Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

GM faz recall de 29 mil veículos para troca de parafusos

Atendimento aos donos dos veículos S10, Blazer, Corsa, Montana e Meriva acontecerá a partir do dia 27

Maurício Savarese, da Reuters,

24 de setembro de 2007 | 13h57

A General Motors anunciou nesta segunda-feira recall dos modelos Corsa, Montana, Meriva, S10 cabine dupla e Blazer fabricados entre janeiro e agosto deste ano. O volume de veículos afetados é de cerca de 29 mil unidades, informa a montadora. A companhia atribuiu a medida à necessidade de substituição de parafusos na suspensão e bancos dos veículos.  Veja também:  GM enfrenta greve de funcionários nos Estados Unidos  Os modelos Corsa, Montana e Meriva fabricados entre 19 de janeiro e 17 de maio terão de substituir parafusos da suspensão dianteira, devido "à dureza dos parafusos em desacordo com o especificado".  O risco é ocorrer o comprometimento da "da durabilidade dos parafusos e, em certas condições específicas de utilização do veículo, diminuir sua vida útil causando sua quebra, com risco de acidente", informou a GM em comunicado.  Já no caso da S10 e do Blazer produzidos entre 30 de julho e 31 de agosto a necessidade é a troca de parafusos de fixação dos bancos dianteiros, que tiveram tratamento térmico inadequado. "Em situações extremas que afetem as características estruturais do veículo, poderá ocorrer a quebra dos mesmos, com risco de causar lesões aos ocupantes", divulgou a montadora.  O atendimento aos donos dos veículos afetados acontecerá a partir de 27 de setembro, no caso dos veículos S10 cabine dupla e Blazer, e 25 de outubro para os modelos Corsa, Montana e Meriva.  Os chassis afetados são 7C159462 a 7C187775 e 7B212442 a 7B270949 (Corsa e Montana 2007); 8C100001 a 8C100549 e 8B100002 a 8B106450 (Corsa e Montana 2008); 7C712136 a 7C724947 (Meriva 2007); 8C700004 a 8C700012 (Meriva 2008); e 8C408002 a 8C412593 (S10 Cabine Dupla e Blazer 2008).  

Tudo o que sabemos sobre:
GMrecall

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.