Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

GM finaliza acordo para vender Hummer à chinesa Tengzhong

Negócio, que gira em torno de US$ 150 milhões, sinaliza as ambições globais da China com o setor automotivo

Marcílio Souza, da Agência Estado,

09 de outubro de 2009 | 16h02

A General Motors concluiu um acordo para vender sua marca Hummer para a chinesa Sichuan Tengzhong Heavy Industrial Machinery. Os termos não foram anunciados, mas fontes próximas das negociações disseram ao Wall Street Journal que o preço seria de US$ 150 milhões.

 

A finalização do acordo, que precisava da aprovação do governo chinês, representa a primeira aquisição, pela China, de uma marca automotiva que vinha enfrentando problemas. A compra também sinaliza as ambições globais das empresas chinas, mas permanece a dúvida se grupos como a Tengzhong conseguirão revitalizar marcas automotivas em dificuldade, especialmente tendo em vista a experiência limitada dos executivos em administrar operações globais.

 

A Tengzhong está comprando 80% da Hummer; o magnata Li Yan, o restante, por meio da Lumena Resources. O anúncio de hoje ocorre pouco mais de uma semana depois do fracasso da venda planejada da marca Saturn para a Penske Automotive. A GM também está tentando vender a marca Saab como parte de sua reestruturação e desativará a linha da Pontiac no ano que vem.

 

Enquanto isso, os executivos da GM estão envolvidos em negociações prolongadas sobre o futuro da Opel e Vauxhall. A venda da fatia majoritária da GM nessas duas marcas para a Magna ainda precisa de apoio dos governos da Espanha e do Reino Unido. A GM insiste que o plano para a Opel não corre risco de colapso. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GMHummerTengzhong

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.