finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

GM financia carros em 12 vezes sem juros

No desespero de desovar estoques, as montadoras estão apelando para promoções inéditas no mercado. A General Motors inicia hoje campanha nacional envolvendo todos os modelos da marca que serão oferecidos em 12 parcelas sem juros. A empresa tem 35 mil carros encalhados e decidiu subsidiar a venda financiada na tentativa de levar o consumidor às lojas. O vice-presidente da General Motors, José Carlos Pinheiro Neto, disse ontem que, diante da "paradeira total do mercado, não podemos ficar esperando uma reação, e sim criar o momento". Segundo ele, é a primeira vez que uma montadora oferece um produto financiado em 12 parcelas com juro zero. A entrada mínima exigida é de 35% do valor do carro. Antes, a taxa média estava na casa de 2%. A promoção vai até o fim do mês e é similar à desenvolvida pela matriz nos EUA.O preço do produto pode ser negociado com as lojas e o consumidor deve barganhar descontos. Outras marcas também oferecem promoções, como a Volkswagen, que tem 60 mil carros encalhados. Os descontos para carros da marca variam de R$ 300 a R$ 2,5 mil. As taxas de financiamentos vão de 1,54% a 1,79% ao mês. Para modelos mais caros, como Golf e Bora, o cliente ainda ganha o ar-condicionado."O consumidor precisa estar atento ao valor negociado, pois ninguém faz milagre. Dinheiro na mão sempre é a melhor alternativa, pois é possível obter desconto maior", ressaltou o gerente de Marketing da Volks, Luiz Muraca. A Fiat vende Palio Young e EX em até 24 parcelas com juro de 0,99% e entrada de 50% do valor do carro.Estoques altos e vendas baixasDe acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), os estoques do setor passam de 200 mil unidades, suficientes para quase dois meses de vendas. A entidade já reviu sua projeção de vendas para o ano, que baixou de 1,7 milhão para 1,6 milhão de veículos. Há empresas apostando em números menores, como a General Motors, que prevê a comercialização de 1,5 milhão de veículos.

Agencia Estado,

25 de outubro de 2001 | 09h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.