GM no Reino Unido pediu ajuda do governo, diz jornal

A Vauxhall, unidade da General Motors no Reino Unido, tem mantido negociações sigilosas com o governo daquele país, numa tentativa de obter garantias financeiras que poderiam salvar milhares de empregos, disse o Times hoje, sem citar fontes. De acordo com o jornal inglês, a montadora, que emprega cerca de 5 mil pessoas, procurou no mês passado o secretário de negócios do setor empresarial do país, Lord Mandelson, para pedir ao governo garantias de conforto financeiro para suas fornecedoras de autopeças e concessionárias. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.