GM recua e suspende demissão de 450

A GM decidiu voltar atrás e vai readmitir os 450 funcionários demitidos na terça-feira. Foram mais de 12 horas de negociações. A reunião que começou às 11 horas de quarta-feira terminou às três da madrugada de hoje. Segundo o sindicato, os trabalhadores voltam ao serviço na segunda-feira. Em contrapartida o sindicato aceitou a proposta da empresa pela qual os funcionários terão licença remunerada de 5 meses e vão receber cerca de 90% do salário. Ainda de acordo com a entidade, a montadora se comprometeu a manter o número de funcionários na empresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.