GM reduz perdas para US$ 115 mi no terceiro trimestre

A General Motors anunciou nesta terça-feira que suas perdas no terceiro trimestre de 2006 caíram para US$ 115 milhões, muito abaixo do US$ 1,7 bilhão registrado no mesmo período de 2005.Os resultados incluem gastos de US$ 644 milhões relacionados a operações como a reestruturação do fabricante de autopeças Delphi, que até 1999 era uma subsidiária da General Motors.Excluindo esses gastos, a maior companhia automobilística do mundo obteve lucro de US$ 529 milhões, o que representa um ganho de US$0,93 por ação. Os números superaram as previsões dos analistas de Wall Street, que previam lucro de US$ 0,49 por ação, excluindo os encargos.A receita da empresa de Detroit totalizou US$ 48,82 bilhões no terceiro trimestre, comparados aos US$ 47,18 bilhões do mesmo período de 2005.A automobilística também reduziu para uma faixa de US$ 6 bilhões a US$ 7,5 bilhões suas estimativas sobre o potencial impacto de um pedido de falência da Delphi. O cálculo anterior oscilava entre US$ 5,5 bilhões e US$ 12 bilhões.A companhia atribuiu a solidez dos seus resultados - excluindo os encargos - à melhorias em suas operações globais.Na terça-feira, as ações da empresa fecharam com alta de 2,8%, e foram cotadas em US$ 36,19 na bolsa de Wall Street.O presidente da empresa, Rick Wagoner, afirmou em entrevista à rede de televisão CNBC que os números divulgados nesta quarta-feira são os primeiros resultados das reformas feitas pela empresa, principalmente no que diz respeito à redução de custos."Trata-se do terceiro trimestre consecutivo no qual registramos melhoras de mais de US$ 1 bilhão em nossas operações na América do Norte", apontou Wagoner.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.