GM segue mudando diretoria; executivo sai 8 dias após assumir

O executivo-chefe interino da General Motors, Edward Whitacre Jr., deu sequência às mudanças na diretoria da montadora instalando James M. Campbell na liderança da Chevrolet, a principal marca global da companhia. Além disso, o novo chefe da marca Buick, Michael Richards, está deixando a GM, apenas oito dias depois de assumir o cargo, segundo uma pessoa próxima à situação.

Danielle Chaves, AGÊNCIA ESTADO

10 de dezembro de 2009 | 11h34

 

Whitacre, que assumiu o posto de CEO após a saída de Fritz Henderson, na semana passada, está colocando uma nova geração de executivos em cargos seniores para revitalizar a montadora, que saiu da concordata em meados deste ano.

 

Susan Docherty, vice-presidente da GM para vendas, serviços e marketing, anunciou a promoção de Campbell ao cargo de gerente geral da Chevrolet ontem. Anteriormente responsável pelas operações comerciais e de frotas da GM, Campbell substitui Brent Dewar, que havia sido nomeado chefe das operações globais da Chevrolet em julho, depois de ter dirigido as vendas da GM na Europa.

 

De acordo com um comunicado da GM, Dewar planeja se aposentar, a partir de 1º de abril de 2010, para passar mais tempo com a família e realizar projetos pessoais. Até lá, o executivo vai trabalhar junto com Campbell para garantir uma transição tranquila na Chevrolet e vai dar apoio a Mark Reuss, presidente da GM para a América do Norte, em seu novo cargo.

 

"Durante seus 31 anos com a GM, Brent fez a diferença em múltiplas tarefas, incluindo papéis importantes no Brasil e na Europa", afirmou Docherty. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.