GM suspende crédito para consumidores em 7 países da Europa

Portugal, Espanha, Finlândia, Grécia, Noruega, República Tcheca e Eslováquia não terão acesso a financiamentos

Ana Conceição, da Agência Estado,

28 Outubro 2008 | 18h57

O GMAC Financial Services, braço financeiro da General Motors, informou que não vai mais conceder empréstimos para consumidores em sete países da Europa e vai tornar as regras para concessão de crédito automotivo mais rígidas em outros 11 mercados do continente.   Veja também: Veja os reflexos da crise financeira em todo o mundo Veja os primeiros indicadores da crise financeira no Brasil Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise Dicionário da crise    Consumidores de Portugal, Espanha, Finlândia, Grécia, Noruega, República Tcheca e Eslováquia não terão mais acesso aos financiamentos de carros e caminhões por meio da GMAC. Ao mesmo tempo, ficará mais difícil conseguir empréstimos em outros 11 países, entre eles Reino Unido, Itália, França, Bélgica, Suíça e Polônia. "Por conta das dificuldades de acesso ao crédito, tomamos medidas para alinhar as operações com os recursos disponíveis", disse Gina Proia, porta-voz do GMAC.   O braço financeiro da GM, um dia lucrativo, acumula perdas e tem tido dificuldade para levantar capital para emprestar aos consumidores em meio à escassez de crédito nos mercados internacionais. As novas regras devem reduzir ainda mais as vendas de veículos novos. Além dessas medidas, o GMAC também aumentou as taxas de juros dos empréstimos concedidos às distribuidoras de veículos. A medida passa a valer a partir do dia 1 de novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.