GM terá central de distribuição no Nordeste

A General Motors (GM) do Brasil inaugura, em dezembro, uma central de distribuição de veículos no Complexo Portuário de Suape, no município de Ipojuca, região metropolitana do Recife, para atender com mais rapidez o mercado nordestino, que tem apresentado expressivos índices de crescimento de consumo da marca.De acordo com o gerente regional de marketing da empresa, Ernst Friedheim, a indústria automotiva cresceu 25% na Região Nordeste no primeiro quadrimestre de 2008 em relação ao mesmo período do ano passado. Em todo o País, o crescimento da venda de automóveis foi de 30%. Nacionalmente, a GM cresceu 34%. No Nordeste, o crescimento foi de 31%. Porém, o porcentual aumenta mais se for destacado o Estado de Pernambuco, onde a compra de veículos aumentou 33% e a expansão da marca GM foi de 50%.Os números, segundo Friedheim, justificam o investimento de R$ 30 milhões da montadora na central, que vai ocupar uma área de 60 mil metros quadrados e deverá movimentar inicialmente 25 mil unidades por ano na região - da Bahia ao Maranhão. A central em Suape vai receber - por via marítima - os modelos Classic e Tracker, produzidos na Argentina, fazendo a distribuição por terra, em caminhões (cegonhas), para todos os Estados nordestinos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.