Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

GM vai anunciar mais cortes de produção nesta sexta, diz 'WSJ'

Ajustes se seguem ao fechamento de fábricas da montadora norte-americana já previsto para os próximos meses

Regina Cardeal, da Agência Estado,

21 de novembro de 2008 | 12h45

A General Motors Corp vai implementar mais cortes na produção na América do Norte e planeja informar seus funcionários sobre as mudanças nesta sexta-feira, 21, informa o The Wall Street Journal. Os cortes se seguem a uma substancial desaceleração nos mercados dos EUA e aos fechamentos de fábricas da empresa já previstos para os próximos meses. Algumas unidades serão paralisadas por semanas a partir de janeiro.   Veja também: De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise    O porta-voz da GM Tony Sapienza confirmou que a montadora vai comunicar ajustes na escala de produção, mas não quis adiantar detalhes sobre o anúncio interno. As reduções a serem anunciadas devem ser relativamente profundamente e amplas, atingindo diversas fábricas de carros e caminhões.   A GM, como suas concorrentes, tem capacidade para produzir mais veículos do que os consumidores estão querendo comprar, o que tem levado a montadora a cortar produção e oferecer programas generosos de descontos para as vendas até o fim do ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.