GM vai demitir mil empregados nos EUA, diz jornal de Detroit

Montadora não recebeu um número suficiente de adesões à sua oferta de aposentadoria antecipada

Marcílio Souza, da Agência Estado,

10 de setembro de 2009 | 10h43

A montadora norte-americana General Motors vai demitir mil empregados de funções administrativas, após uma oferta de aposentadoria antecipada não ter recebido um número suficiente de adesões, informou o jornal Detroit News em seu site, citando um representante da companhia. Segundo o porta-voz do grupo, Tom Wilkinson, cerca de 1,9 mil empregados haviam aceitado a oferta da GM.

 

Veja também:

linkGM decide impor condições para vender a Opel, dizem fontes

 

Os cortes, a maior parte deles em Michigan, fazem parte de um plano previamente anunciado pelo grupo de eliminar 6 mil funcionários assalariados até o final de 2009. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GMEUAdemissões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.