GM vê progressos na venda da Hummer para empresa chinesa

Montadora havia anunciado a possível venda da Hummer antes de entrar em um processo de concordata

Marcílio Souza, da Agência Estado,

24 de agosto de 2009 | 14h54

A montadora norte-americana General Motors disse nesta segunda-feira, 24, que está fazendo progressos com relação à venda de sua marca de utilitários esportivos Hummer para a fabricante de maquinários e equipamentos para construção de pontes e rodovias chinesa Tengzhong. "As negociações continuam avançando", disse o porta-voz da GM Nick Richards à agência de notícias AFP, acrescentando que o acordo final será anunciado "assim que for apropriado".

 

A GM e a Tengzhong assinaram no início de junho um acordo preliminar para a venda da Hummer. Desde então, segundo Richards "as duas partes mantêm negociações frequentes, trabalhando de perto para finalizar um acordo definitivo".

 

Nesta segunda-feira, a agência de notícias estatal chinesa Xinhua informou que o governo do país ainda tem de aprovar a transação.

 

A GM, que tem tentado vender ativos considerados secundários, anunciou a possível venda da Hummer antes de entrar em um processo de concordata orquestrado pelo governo. A montadora saiu da concordata no mês passado e hoje o governo dos EUA possui uma fatia de mais de 60% no grupo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
GMHummerTengzhong

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.