Goiás concede R$ 2,4 bi de incentivos à usina de álcool

O Grupo Cerradinho, com sede em Catanduva (interior de SP), assina na próxima segunda-feira um contrato de financiamento de incentivos fiscais com o governo de Goiás para a instalação de usina de açúcar e álcool Porto das Águas, na cidade de Chapadão do Céu. Segundo a Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento), a companhia pretende investir R$ 860 milhões, para a instalação da unidade e receberá incentivos fiscais de R$ 2,4 bilhões, o correspondente à renúncia de 73% do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) nos próximos 15 anos.A Porto das Águas deve gerar 737 empregos diretos e 2.211 indiretos. A renúncia fiscal está prevista no programa Produzir, de incentivos no Estado de Goiás. O programa prevê que a empresa recolha 27% do total do ICMS cobrado sobre as vendas - no caso da Porto das Águas, basicamente de açúcar e álcool.A cada dois anos uma auditoria verifica se a empresa cumpriu as regras, como, por exemplo, ter mão-de-obra local e contratar deficientes físicos. Se isso ocorrer, a dívida correspondente a 73% do ICMS devido é zerada. O valor em benefícios é estimado por meio das informações que a própria companhia fornece no projeto executivo enviado ao governo local. Cerca de 20 unidades sucroalcooleiras já foram beneficiadas pelo projeto e desde o início do programa, em 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.