bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Gol obtém financiamento de US$ 50 milhões

A Gol Transportes Aéreos - subsidiária da Gol Linhas Aéreas Inteligentes, listada na Bovespa e em Nova York -, obteve um financiamento de longo prazo de US$ 50 milhões junto ao International Finance Corporation (IFC), braço privado do Banco Mundial. Em nota divulgada nesta quinta-feira, a empresa afirma que o recurso será utilizado na aquisição de peças de reposição de aviões e em capital de giro "em vista da sua crescente frota".Nos últimos quarenta dias, a Gol reviu para cima duas vezes seu plano de frota e espera chegar até o fim do ano com 62 aeronaves. O número pode aumentar caso a Varig tenha de devolver parte de sua frota por falta de pagamento. No mercado, comenta-se que a Gol já teria reservado junto às empresas de leasing que têm aviões com a Varig sete aeronaves 737 (modelos 300, 700 e 800)."O financiamento do IFC é uma importante fonte de recursos para a continuidade do nosso crescimento e irá contribuir para melhorar a estrutura de capital e reduzir mais os custos nessa fase de expansão da nossa frota", afirmou o vice-presidente Financeiro da Gol, Richard Lark. "Esse investimento também se enquadra na estratégia do IFC de incentivo a investimentos em infra-estrutura pelo setor privado como um agente estimulador de crescimento econômico no Brasil", completou Saran Kebet-Koulibaly, diretor adjunto do IFC para a América Latina e Caribe, na nota divulgada pela Gol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.